Boston Legal


Quando me sugeriram ver esta série, à partida não tinha grandes expectativas sobre a mesma, porque não sou muito dado a séries sobre advocacia. Todavia, decidir seguir o conselho e apanhei alguns episódios soltos a passar na Fox para ver se realmente esta seria uma série para mim. Após alguns minutos no meu primeiro contacto com a série, comecei a ficar com a ligeira impressão que a história seria algo sobre a luta de uma mente brilhante, com um passado irrepreensível na história da advocacia, com a doença Alzheimer… mas felizmente estava muito enganado.

Sinopse

A série revolve sobre à volta da vida de Alan Shore, um advogado extremamente profissional, mas de carácter bastante duvidoso e que recorre com frequência a métodos poucos convencionais e por vezes à margem da lei, que entra na firma de advocacia Crane, Pool & Schmidt. Lá encontra um sócio sénior e fundador da firma, o qual nunca perdeu um caso na sua vida, Denny Crane. Todavia, Denny Crane é visto pela sua própria firma como uma ameaça, uma vez que têm vindo a demonstrar uma perda constante de capacidades cognitivas, e apresentando um comportamento lunático que poderá destruir a imagem e reputação pública da firma. Para evitar esse cenário, e de certa forma para controlar as acções de Denny Crane são chamados alguns sócios para lidar com o seu comportamento, acabando a certa altura por haver a necessidade de chamar outro dos sócios seniores e fundadores da firma, a Shirley Schmidt, que é um dos grande amores perdidos de Denny Crane.

Devido à personalidade matreira de Alan Shore, ele aceita o Denny Crane como ele é, e rapidamente é forjada uma grande amizade que propicia cenas com toques de insanidade e rebelião a nível constante. Naturalmente, esta amizade trás grandes complicações a Shirley Schmidt, que se vê com dois advogados problemáticos em mãos, embora ela reconheça o brilhantismo de Alan Shore e venha depender das suas capacidades em certas ocasiões.

A história vai-se desenvolvendo com Denny Crane a querer provar ao mundo que ainda é o melhor advogado de sempre, sempre arranjando tempo para o seu amigo Alan Shore e para tentar recuperar o seu grande e antigo amor Shirley Schmidt.

Breve opinião

Ao longo de todas as temporadas a série mostrou ser brilhante, fazendo uma sátira perfeita ao sistema judicial e política americana, abordando também temas sociais e criticando a típica maneira de viver americana, onde o consumismo impera.

Quase todas as personagens que foram sendo introduzidas ao longo de cada temporada concederam a esta série um desenvolvimento brilhante, o que permitiu a sátira de variadíssimos temas, e de certo modo foram complementando o ambiente insano, mas funcional, desta firma de advocacia.

Basicamente esta série acaba por ser uma boa série para todas as audiências, sendo capaz de levar qualquer geração a grandes gargalhadas e passando mensagens actuais e bastante importantes a quem presta mais atenção e apresente uma mente perspicaz.

~ por Izilthir em Segunda-feira, 4 \04\UTC Janeiro, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: